Radio

Seguidores

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Teatro Infantil e Adolescentes


A ARCA DE NOÉ

Personagens: Narrador, Deus, Noé, esposa, 3 filhos e três noras, um corvo, uma pomba e um arco-íris. As demais crianças farão o papel dos outros animais (sempre em pares), caracterizadas com máscaras tipificando os animais.

Narrador: Esta é a história de Noé. Deus olhou par

a o mundo e viu que estava cheio de pecado, pois t

odas as pessoas só faziam coisas más. Para Deus todas as pessoas eram más, e havia violência por toda parte.

Mas Noé era um homem direito e sempre obedecia a Deus.

Deus disse a Noé:

Deus: Noé, eu resolvi acabar com todos os seres humanos. Eu os destruirei completamente e destruirei também a terra, pois está cheia de violência.

Pegue madeira boa e construa para você uma gran

de barca. Vou mandar um dilúvio para cobrir a terra, a fim de destruir tudo o que tem vida; tudo o que há na terra morrerá.

Mas com você eu vou fazer uma aliança. Portanto, entre na barca e leve com você a sua mulher, os seus filhos e as suas noras.

Também leve para dentro da barca um macho e uma fêmea de todas as espécies de aves, de todas as espécies de animais e de todas as espécies de seres que se arrastam pelo chão, a fim de conservá-los vivos.

Ajunte e leve todo tipo de comida para que você e os

animais tenham o que comer.

Narrador: E Noé fez tudo conforme Deus havia mandado. Depois o SENHOR Deus disse a Noé: Deus: Entre na barca, você e toda a sua família. Leve junto com você sete casais de cada espécie de animal puro e um casal de cada espécie de animal impuro. Leve também sete casais de cada espécie de ave para que se conservem as espécies que existem na terra. Pois daqui a sete dias eu vou fazer chover durante quarenta dias e quarenta noites. Assim vou acabar com todos os seres vivos que criei.

Narrador:

Noé, obediente, entrou na barca com sua família e

com todos os animais, de dois em dois. Aí o SENHOR fechou a porta da barca.

Sete dias depois, as águas do dilúvio começaram a cobrir a terra. A água subiu e levantou a barca, e ela começou a boiar. A água foi subindo, e a barca continuou a boiar. A água subiu tanto, que cobriu todas as montanhas mais altas da terra. E depois ainda subiu mais sete metros. E caiu chuva sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites. Somente Noé e os que estavam com ele na barca ficaram vivos. Os outros homens, que não gostavam de Deus, foram totalmente destruídos!

Cento e cinqüenta dias depois, Deus fez com que parasse de chover, e a água foi baixando pouco a pouco.

Então, a barca parou sobre uma montanha e Noé abriu a janela que havia feito na barca e soltou um corvo, que ficou voando de um lado para outro, esperando que a terra secasse.

Depois Noé soltou uma pomba a fim de ver se a terra já estava seca; mas a pomba não achou lugar para pousar porque a terra ainda estava toda coberta de água. Aí Noé estendeu a mão, pegou a pomba e a pôs dentro da barca.

Noé esperou mais sete dias e soltou a pomba de novo.

Ela voltou trazendo no bico uma folha verde de oliveira. Assim Noé ficou sabendo que a água havia baixado.

E ele esperou mais sete dias e de novo soltou a pomba, e dessa vez ela não voltou.

Noé, então, tirou a cobertura da barca e viu que a terra estava secando.

Aí Deus disse a Noé:

Deus: Saia da barca junto com a sua mulher, os seus filhos e as suas noras. Faça sair também todos os animais que estão com você.

Narrador: Assim Noé e a sua mulher saíram da barca, junto

com os seus filhos e as suas noras e também saíram t

odos os animais e as aves.

Noé construiu um altar para oferecer sacrifícios ao SENHOR. O cheiro dos sacrifícios agradou ao SENHOR, e ele pensou assim:

Deus: “Nunca mais vou amaldiçoar a terra por causa da raça humana, pois eu sei que desde a sua juventude as pessoas só pensam em coisas más. Também nunca mais destruirei todos os seres vivos, como fiz desta vez. Enquanto o mundo existir, sempre haverá semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite.”

Narrador: Deus também disse a Noé e aos seus filhos:

Deus: Eu faço a seguinte aliança com vocês: prometo que nunca mais os seres vivos serão destruídos por um dilúvio. E nunca mais haverá outro dilúvio para destruir a terra.

Como sinal desta aliança que estou fazendo para sempre com vocês e com todos os animais, vou colocar o meu arco nas nuvens. Quando o arco-íris aparecer nas nuvens, eu o verei e lembrarei da aliança que fiz para sempre com todos os seres vivos que há no mundo.

Narrador: E Deus abençoou Noé e os seus filhos, dizendo o seguinte:

Deus: Tenham muitos filhos, e que os seus descendentes se espalhem p

or toda a terra!

(crianças saem, se espalhando em todas as direções, alegres e saltitantes


A CONSCIÊNCIA DE SARINHA

Personagens: Mãe, Sarinha, Tales, Consciência, Narrador

Ato I


Entra mamãe com olhar alegre, Sarinha pergunta:
Sarinha- Mamãe, o que é isso que você tem na mão?
Mamãe- É um relógio muito bonito e caro que seu pai me deu de presente de aniversário.
Sarinha- Eu posso ver?
Mamãe- Pode sim, mas na minha mão.Depois, nada de mexer nele de novo.
Sarinha- Tá bom, mamãe, pode deixar.

(Mamãe deixa a caixa com o relógio sobre um móvel e sai. Entra Tales, o irmão de Sarinha. Enquanto Tales desamarra o tênis, Sarinha abre a caixa, retira o relógio e o mostra para Tales).

Sarinha- Tales, você já viu o relógio novo de mamãe?
Tales
O que tem ele de mais?
Sarinha- Ele é o relógio mais bonito que já vi, e a mamãe falou que ele é muito caro também.
Tales- E daí, é só um relógio de mulher. Eu vou é tomar meu banho.
Sarinha- Não sei porque os homens são tão insensíveis... A mamãe pediu pra eu não mexer mais no relógio... hum! Ele é muito bonito mesmo. Acho que ela não vai ficar sabendo, se eu colocá-lo só um pouquinho no meu braço... Ops!!

(O relógio cai do braço de Sarinha e ela, com medo, começa chorar enquanto apanha o relógio e constata que ele parou de funcionar com a queda.)

Sarinha:- Oh! Meu Deus! Tomara que minha mãe não resolva usar este relógio tão cedo. (Fala limpando as lagrimas, enquanto recoloca o relógio na caixa e sai.)

Algum tempo depois, entra mamãe, pronta para sair e grita para Sarinha:
Mamãe- Sarinha, vou me encontrar com seu pai no escritório, e de lá vamos jantar juntos. Avise ao Tales quando ele chegar da escola.

Hummmm! Vou usar o lindo relógio que ganhei...

(Percebe o relógio quebrado)

Mamãe:- O que isso? Quem quebrou meu relógio?.. Sarinha! Venha já aqui!
Sarinha- O que foi mamãe? (Pergunta cinicamente)
Mamãe- O que foi? O que foi, digo eu, mocinha. O que aconteceu com meu relógio?
Sarinha- Eu não sei, mamãe, eu deixei onde estava.
Mamãe- Tem certeza, menina?
Sarinha- Claro que tenho, aliás porque não pergunta ao Tales? Tenho quase certeza de que foi ele, aquele menino é tirano, vive mexendo nas coisas!
Mamãe- Bem, se não foi você, só pode ter sido o Tales mesmo. Ele vai ter o castigo que merece e vai aprender a não mexer no que não lhe pertence. Filha, desculpe por eu ter te acusado injustamente!
Sarinha- Que nada, mãe, tudo bem. Posso ir?
Mamãe- Pode sim.

(Sarinha sai e mamãe fala desconfiada) Hum! Eu acho que não foi o Tales, ele não seria capaz disso. Mas Sarinha sim, ela ficou fascinada com o relógio. Vou esperar, tenho certeza de que amanhã ela vai querer me dizer alguma coisa. (Sai)


ATO II
Sarinha entra, bocejando e caminhando lentamente)

Sarinha - Ai, meu Deus... Já é tarde, eu não consigo pegar no sono. Acho que vou beber água... Não estou conseguindo dormir, estou sem sono, deve ser o calor...(fica pensativa) O que será que a mamãe fez com o Tales?...Bem, seja lá o que for ele agüenta bem, afinal ele é homem!

(Entra a consciência vestindo trajes escuros)

Consciência- Oi Sarinha, tá difícil dormir?
Sarinha- Ai meu Deus! Quem é você? (copo caindo)
Consciência- Calma, não se assuste, não vou te fazer mal, calma, calma...
Sarinha- O que você quer?
Consciência- Bom, primeiro vou te dizer quem sou. Sou a sua consciência.
Sarinha- Minha o quê?
Consciência- Consciência! Cons-ci-ên-cia!
Sarinha- O que é uma consciência?
Consciência- Consciência é aquela voz que avisa lá dentro de você, quando você faz alguma coisa errada, quando você engana alguém. É aquela voz baixinha, mas muito forte, que te incomoda e não te deixa dormir.
Sarinha- Ah! Então é você que não está me deixando dormir?
Consciência- Sim, mas por enquanto, só até você me ajudar.
Sarinha- Te ajudar? Você está doente?
Consciência- Mais ou menos, mas está vendo como eu fiquei? Esta roupa horrível, suja, escura...
Sarinha- Por que você ficou assim?
Consciência- Porque sou sua consciência e você fez uma coisa errada e muito feia. Sarinha, cada vez que você faz alguma coisa errada, eu fico assim, tão feia quanto aquilo que você fez. Por isso eu tiro seu sono e incomodo seus pensamentos até você consertar tudo o que fez de errado. Então eu fico bonita e limpinha de novo, e você pode dormir tranqüila novamente.
Sarinha- Mas o que eu fiz não dá pra mudar, o relógio já está quebrado.
Consciência- Não estou falando do relógio e sim da mentira que contou a sua mãe e fez uma acusação mentirosa. Sendo desobediente e covarde, ao mesmo tempo. E isso é muito feio!
Sarinha - O devo fazer? (Pergunta de cabeça baixa)
Consciência- Conte a verdade a sua mãe e peça perdão ao seu irmão.
Sarinha- Tá bem, sei que ela vai me castigar, mas eu mereço, (Respira fundo e chama)
Mamãe!!
(A consciência fica assistindo a cena, de lado)

ATO III


Mamãe- O que foi filha? Não está dormindo?
Sarinha- Eu não conseguia dormir porque minha consciência me tirou o sono e incomodou meus pensamentos.
Mamãe- Você fez algo de errado?
Sarinha- Bem...é...quer dizer...fiz sim. O relógio que papai te deu, fui eu quem o quebrou. Eu tirei ele da caixa, coloquei no braço e ele caiu. Quando o apanhei, percebi que ele havia estragado com a queda.
Mamãe- E porque você mentiu pra mim? (Séria)
Sarinha- Por que tive medo.
Mamãe- Sarinha, quando foi que te dei motivos para ter medo de mim? Filha, os pais esperam que os filhos os respeitem e os amem. Saber que você tem medo de mim me entristece muito. Pais e filhos precisam ser amigos e confiar uns nos outros. E, é claro, eu lhe chamaria à atenção pela sua desobediência, mas isso seria inevitável, você errou e precisa aprender a responder pelos seus erros. Só assim terá a sua consciência limpa.
Sarinha - É, agora eu sei...(Fala olhando para a consciência. Esta sorri e pisca para Sarinha, enquanto vai tirando os trajes escuros, deixando surgir a roupa branca que está por baixo).
Sarinha- Mamãe, ainda podemos ser amigas?
Mamãe - Claro filha, se você quiser.
Sarinha- Então me perdoe, mesmo que me castigue, me perdoe.
Mamãe- As pessoas devem ser castigadas para aprenderem as lições, e você já aprendeu a sua, e claro que te perdôo, senão,que tipo de mãe eu seria?
Sarinha- Eu tenho que falar com o Tales! Será que ele também vai me perdoar?
Mamãe- Ele não sabe nada sobre esta história, querida. Eu também tenho uma consciência, e ela me avisou que Tales não era culpado. Se eu o tivesse castigado, minha consciência iria me incomodar muito. Agora vamos tomar um copo de leite e depois vamos dormir tranqüilas.

Saem as duas. Fica a consciência e fala às crianças presentes sobre suas próprias consciências:

Narrador:

Amados irmãos: A palavra de Deus nos diz, em 1 João 5:18, o seguinte:

“ Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca”.

Quando temos um verdadeiro encontro com Cristo, o Espírito Santo passa a habitar em nós. E é ele quem nos conscientiza do pecado. É o que podemos chamar de CONSCIÊNCIA.

Na história que vimos hoje, Sarinha desobedeceu a uma ordem de sua mãe, mexendo no relógio. E, quando percebeu que havia quebrado o relógio, tratou de mentir, colocando a culpa em seu inocente irmão Tales.

Todavia, vimos também que sua consciência a inquietou, tirando-lhe o sono e fazendo com que Sarinha se arrependesse e contasse a verdade à sua mamãe, pedindo-lhe perdão pelo que fizera.

Portanto, consciência é o próprio Espírito Santo de Deus, que habita em nós, que nos revela, na hora em que estamos cometendo algum pecado ou alguma injustiça contra alguém, que o que estamos fazendo não é certo e, além do mais, desagrada a Deus!

Devemos sempre ter em mente que a Palavra de Deus nos diz, em Mateus 5:37 “ Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno”.


33 comentários:

  1. oi amei essas historia, mas queria outras para fazer um teatro com bstantes personagens. Me agude a achar uma peça teatral para crianças.Vai ter tipo ebf mas q vai comemorar os dias das crianças dia 12 . por favor mande pra mim no taizagirl@hotmail.com

    Nao consegui add vcs no orkut me add taiza_vs_avril@hotmail.com

    Q deus te abençoe

    ResponderExcluir
  2. Olaa.. Adorei a historia, mais eu gostaria de pedir uma ajudinha se voces tivessem alguma ideia para uma peça que falasse sobre a importancia do Dizimo, pode ser uma peça curta mesmoo... estaria grata pela ajuda de voces.. qqc me add no msn : paty_baper@hotmail.com
    Obrigada e Deus abençoe a vida de Voces!

    ResponderExcluir
  3. lindo amei!!!!!!!parabéns por essa mensagem DEUS abençõe vocês..............

    ResponderExcluir
  4. oi...adorei essa historia deus abençoe...

    ResponderExcluir
  5. Isto eh novidade de vida acessar um encanto destes. parabéns

    ResponderExcluir
  6. olá peço q me ajudem queria uma historia que falase de mulher, para o dia das mulheres q pudese ser trabalhadas com uns 10 personagens vcs teriam alguma ideia? obrigada.....Patrícia MS.

    ResponderExcluir
  7. estou começando agora com um grupo de crianças, e fiquei responsável pelo teatro, gosataria de uma ajuda!! Preciso de algumas brincadeiras, um teatro pequeno pra começo,a algumas idéias, já que elas não estão acostumadas com isso. tem uma semana q começamos cm o evangelismo infantil na igreja, e esta sendo um trabalho bm legal,Obrigada!! por favor m responda...

    ResponderExcluir
  8. muito boa amei esta historia vou usar na minha igreja,
    que deus abençoe oministerio

    ResponderExcluir
  9. estou começando agora com um grupo de crianças, e fiquei responsável pelo teatro, gosataria de uma ajuda!! Preciso de algumas brincadeiras, um teatro pequeno pra começo,a algumas idéias, já que elas não estão acostumadas com isso. tem uma semana q começamos cm o evangelismo infantil na celula e acreditoq Deus ta neste negocio pq achei vcs,me ajudem?

    ResponderExcluir
  10. Amei a peça da Sarinha. Vcs tem alguma peça para o dia das mães.Se tiver poste para nós.
    Abraços e fiquem comDeus.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Amei tudo!
    Q capricho!
    Vou precisar muito de sua ajuda, pois estou iniciando um trabalho com as criancinhas da minha igreja!
    Deus te abneçoe cada dia mais!

    ResponderExcluir
  12. olah a paz do Senhor...toh muituh feliz de mais um site q podemus ver o amor de Deus se espalhar...Deus abençoe

    ResponderExcluir
  13. muito bom saber que existe pessoas como vc que se preocupa com nossas crianças que deus possa abençoar sua vida

    ResponderExcluir
  14. muito lindo amei..fiquei muito feliz !!!minha mae vai fazer com a gente.

    ResponderExcluir
  15. Oi gostaria de uma peça de teatro no tema de Isaias cap:43vers. 13 se poder me ajudem muito obrigado bjs!!!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. A paz do Senhor para todos,fui levantada como professora de Teatro infantil e adolescentes, tenho +/- noção de teatro, mas preciso de ajuda,dicas ,por favor me ajudem é a primeira vez que temos esse tipo de trabalho com crianças, nossa igreja é pequena e não tinhamos muitas crianças, agora sim Deus ouviu nossas orações.E quero dar o melhor de mim na obra do Senhor.Fiquem com Deus...

    ResponderExcluir
  18. Oi estou muito feliz de ter encontrado seu blog,Deus te abençoe.Fui convidada pelo pastor da minha igreja para atuar no departamento infantil e me neguei e agora minha conciencia nao para de me acusar.Esta peça foi feita pra mim....Até mais com a graça e a paz de Deus.

    ResponderExcluir
  19. Oi! pessoal a paz do SENHOR, eu sou a tia Ana Cristina da I.E.Q de do bairro de M°Ortiz em Vitória e.s eu estou precisando de uma grande idéia para fezer um grande evangelismo infantil na rua conto com a sua ajuda (Obrigada)!Bjss!...

    ResponderExcluir
  20. Olá pessoal queria uma peça de teatro que falasse do tema"todo ser que respira louve ao senhor",conto com ajuda de vcs!!!!
    Bjsss Fernanda

    ResponderExcluir
  21. voces tem peças sobre espirito santo?

    ResponderExcluir
  22. OIII... Meu nome é Renata, eu gostei muito, mas sera que vcs não tem teatro de natal?
    Obrigada
    tchau
    bjosss

    ResponderExcluir
  23. Gostei muito,pois é atraente aos olhos das crianças
    Gostaria de algo para a Pascoa
    meu contato meiretavferr@gmail.com.br

    ResponderExcluir
  24. oi amei todas essa historia mas gostaria de uma peça para dias dos pais minha igreja tem pouca crianças e adolescente então queria uma peça bem fácil para se apresentado nos dias dos pais obrigado fique na paz meu contado miraluciareis@hotmail.com

    ResponderExcluir
  25. gostei muito dessa idéia da "Consciência de Sarinha " ! Apresentei na minha igreja e as crianças gostaram muito . Obrigada ao pessoal do blog, continuem postando para nos ajudar a fazer um trabalho com excelência para o Senhor ! Parabéns !

    ResponderExcluir
  26. Amei este blog que o Senhor nosso Deus abençoe muito sua vida tia Cris, foi um presente de Deus ter achado esse blog, me deu muita orientação e material pra trabalhar com um ministério que acabo de assumir, o ministério infantil, louvo a Deus por sua vida, PAZ DO SENHOR JESUS, e muito obrigada,estou igual criança quando descobre um brinquedo novo, bjssssss

    ResponderExcluir
  27. Oi gente ? amei este blog...Queria a ajuda de vcs, preciso de uma peça teatral para o culto das crianças, uma peça pequena com poucos personagens...Espero que me ajudem, muito obrigado! Deus Abençoe Muito Vcs, lindoo o blog! Meu e mail é mayara1929@hotmail.com..!

    ResponderExcluir