Xat

Seguidores

terça-feira, 16 de agosto de 2016

DANIEL NA COVA DOS LEÕES

LIÇÃO 13– DANIEL NA COVA DOS LEÕES
PRINCÍPIO: Quem tem fé não pára de orar.
VERSÍCULO: “A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver”.  Hebreus 11:1
ALVO: Ensinar as crianças a desenvolver a sua fé em Deus através da oração e a depender d’Ele em cada situação de suas vidas.

Ø  QUEBRA-GELO: MATERIAL: Um pacote de pirulito.
PROCEDIMENTO: Esconda pirulitos suficientes para todas as crianças na sala antes que entrem. Coloque algumas fáceis e outras difíceis de encontrar, não deixando ninguém desistir por causa da dificuldade.
Diga: Aqui na sala tem um pirulito para cada criança. Quem acredita nisso pode começar a procurar.  Quem encontrar o seu pirulito deverá voltar para o seu lugar, enquanto os outros continuam procurando. 
MORAL: Da mesma forma que você creu que havia um pirulito para você, se cremos que Deus tem algo para nós, não devemos desistir de orar até ver a resposta da oração! 
Ø CONTANDO A HISTÓRIA BÍBLICA:
COMENTÁRIO DO TEXTO  :
1º) Introdução: Muito bem, crianças. Hoje  quero te dizer algo que é muito importante! Vamos aprender mais algumas verdades sobre o profeta Daniel.
2º) Leitura do texto-base:  Para começar vamos ler o texto da bíblia (o professor deve usar a bíblia gigante contendo o texto, mas deve saber bem a história para contá-la de maneira bem espontânea, e poder olhar para as crianças enquanto lê)

TEXTO BÍBLICO: DANIEL 6
O rei Dario dividiu o país em cento e vinte províncias e escolheu cento e vinte homens para governá-las. O rei nomeou três ministros para controlarem os cento e vinte governadores. Um desses ministros era Daniel. Ele tinha tanta capacidade, que o rei pensou em colocá-lo como a mais alta autoridade do reino. Os outros ministros e governadores procuraram achar um motivo para acusar Daniel de ser mau administrador, mas não encontraram. Daniel era honesto e direito. Então eles disseram: Nunca encontraremos motivo para acusar Daniel, a não ser que seja alguma coisa que tenha a ver com a religião dele. Então foram falar com o rei e disseram: Todos nós que ocupamos posições de autoridade no reino, concordamos em pedir ao senhor que dê uma ordem que não poderá ser desobedecida. Ordene que durante trinta dias todos façam os seus pedidos somente ao senhor. Se durante esse tempo alguém fizer um pedido a qualquer deus ou a qualquer outro homem, essa pessoa será jogada na cova dos leões. O rei concordou; assinou a ordem e mandou que fosse publicada. Quando Daniel soube que o rei tinha assinado a ordem, voltou para casa, abriu a janela, ajoelhou-se e orou, dando graças ao seu Deus, como costumava fazer três vezes por dia. Os inimigos de Daniel foram juntos até a casa dele e o encontraram orando ao seu Deus. Foram procurar o rei e disseram: Ó rei, Daniel não respeita o senhor, nem se importa com a ordem, pois ora ao Deus dele três vezes por dia. O rei mandou que trouxessem Daniel e o jogassem na cova dos leões. E o rei disse a Daniel: Espero que o seu Deus, a quem você serve com tanta dedicação, o salve. De manhã o rei se levantou e foi depressa até a cova dos leões. Com voz muito triste, ele disse: Daniel, servo do Deus vivo! Será que o seu Deus, a quem você serve com tanta dedicação, conseguiu salvá-lo dos leões? Daniel respondeu: Que o rei viva para sempre! O meu Deus mandou o Seu Anjo, e este fechou a boca dos leões para que não me ferissem. Pois Deus sabe que não fiz nada contra ele. E também não cometi nenhum crime contra o senhor. O rei, muito alegre, mandou que tirassem Daniel da cova. Em seguida, o rei mandou que trouxessem os homens que tinham acusado Daniel e foram jogados na cova. O rei Dario escreveu uma carta que dizia o seguinte: Eu ordeno que todas as pessoas do meu reino respeitem e honrem o Deus que Daniel adora. Pois Ele é o deus vivo, que vive para sempre. O seu reino nunca será destruído; o seu poder nunca terá fim. Ele socorre e salva; no céu e na terra, ele faz milagres e maravilhas.   

  APLICAÇÃO NA VIDA DA CRIANÇA:  
Agora, em que essa lição de Daniel pode nos ajudar hoje? Podemos aprender com Daniel que:

1) QUEM TEM FÉ NÃO PÁRA DE ORAR: Daniel era um homem de fé. Ele teve que decidir se obedeceria à ordem do rei! Ficar sem orar a Deus! Mas, se decidisse orar, ele poderia morrer. Daniel poderia dar uma desculpa e não orar, mas ele não fez isso. E você, quantas desculpas tem dado para não orar? Por exemplo: Ah! Eu não vou orar porque tenho que estudar; ou porque vou ver televisão; ou agora vou brincar; tenho que sair com meu colega. E assim você segue, nunca tem tempo para orar. Você tem tempo para muitas coisas, menos para orar? Você mostra se tem fé em Deus pelo tanto que você ora! Daniel preferiu arriscar a sua vida a deixar de orar. Daniel mostrou que ele não era apenas um homem sábio, mas também um homem de fé.    
2) FÉ É TER CERTEZA QUE DEUS NÃO VAI FALHAR: Daniel foi lançado na cova dos leões. O que você acha que Daniel ficou pensando enquanto estava indo para a cova? “Acho que Deus me abandonou, eu devia ter pensado melhor...” Ele não pensou nada disso. Daniel confiou em Deus todo o tempo. Sabe por quê? Porque Deus também estava indo. Ele sabia que naquela cova não havia leão que Deus não pudesse domar! Isso é fé! Ter fé significa acreditar que mesmo nos lugares ou situações mais assustadoras, Deus vai estar lá com você! Você só precisa confiar que Ele não vai falhar. Isso é fé!      
3) SUA FÉ PODE CRESCER! Você deve buscar a ajuda de Deus em tudo. Não pense que é apenas em situações de perigo. Você pode pedir a ajuda d’Ele para uma prova, para fazer um trabalho, para amar um amigo difícil. Se você aprender a buscar a ajuda de Deus em coisas pequenas, sua fé vai crescer e quando vier uma situação difícil, você vai ter fé suficiente para crer por um grande milagre. A Bíblia diz que Daniel orava três vezes ao dia no seu quarto, isso mostra que ele realmente levava a oração a sério. Quando ele precisou ter fé para algo muito maior, como no caso em que esteve entre a vida e a morte na cova dos leões, Daniel teve fé suficiente para crer que Deus o livraria, como de fato o livrou. Qual situação hoje na sua vida depende da ajuda de Jesus para ser resolvida? Peça a Ele para te ajudar e creia que Ele fará!

Ø  COMPARTILHAMENTO:
v Quem era Daniel? Um homem honesto e servo de Deus. 
v Por que algumas pessoas queriam prejudicar Daniel? Porque tinham inveja dele. 
v Qual foi a proibição do rei? Ninguém poderia orar por trinta dias.
v O que Daniel fez quando soube dessa nova lei? Ele foi para o seu quarto orar.
v Quantas vezes Daniel orava por dia?  Três dias.
v  Por que Daniel arriscou a sua vida? Porque ele sabia que Deus poderia livrá-lo da morte.
v Onde jogaram Daniel? Na cova dos leões.
v O que aconteceu com ele? Deus fechou a boca dos leões e ele foi salvo.
v Como você pode mostrar que tem fé? Orando!
v O que é fé? E onde está escrito? “A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver”.  Hebreus 11:1
 APELO:
Imponha as mãos sobre a cabeça das crianças e ministre a fé para crer que Deus sempre vai livrar e salvar e proteger a vida deles de qualquer mal.
 MEMORIZANDO O VERSÍCULO:
Escreva o nome das crianças em papeis e coloque dentro de uma caixa.
Vá tirando os nomes, um de cada vez, e chamando a criança à frente para falar o versículo.
“A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver”.  Hebreus 11:1
  BRINCADEIRA: NOME DA BRINCADEIRA: O LEÃO ESTÁ SOLTO!
PROCEDIMENTO: Forme grupos de três e deixe uma criança sem grupo (ela será o leão). Duas das crianças do grupo devem dar as mãos, uma de frente a outra, e a terceira fica por dentro, como se estivesse em uma toca. Ao sinal do líder, as crianças de dentro da toca devem sair e ficar andando, porém longe das tocas. Quando o líder disser: O LEÃO ESTÁ SOLTO, as crianças devem entrar na primeira “jaula” vazia que encontrar. É preciso que sempre sobre uma criança para ser o leão.
MORAL: Deus é a nossa toca segura. Se estivermos n’Ele, somos guardados de todo o mal!


Nenhum comentário:

Postar um comentário